Qual café é mais saudável: instantâneo, bule ou expresso

Café expresso, instantâneo e coado ou de bule, quais as diferenças e qual é mais saudável? Veja esta comparação feita por uma nutricionista sobre este bebida.

» Página Inicial


A maioria do povo brasileiro tem paixão pelo café, basta andar pelas ruas para encontrar vários lugares que servem essa bebida de gostinho meio amargo com um aroma que atrai os sentidos muitas vezes nos trazendo memórias e ajudando até o nosso cérebro a se concentrar.

E não é só o aroma e o sabor que o café tem de bom, o café previne diabetes tipo 2, evita o risco de doenças hepáticas e seus antioxidantes evitam o câncer e o envelhecimento precoce, mesmo assim é preciso moderação, para pessoas com gastrite, problemas de insônia e hipertensão a precaução deve ser ainda maior.

A melhor maneira de ter todos os benefícios do café é consumi-lo puro, sem açúcar e sem leite, porém essas propriedades não se encontram nas versões descafeinadas, pois muitos antioxidantes estão presentes na cafeína. Uma outra substância importante presente nos grãos de café é o ácido clorogênico (antioxidante que ajuda a controlar a glicemia) que tem sua maior concentração no café instantâneo.

Cafezinho

Diferenças entre café coado, instantâneo e expresso

Café coado (ou de bule) - É mais diluído na água e coado em filtro de papel ou coador de tecido. A água atinge a temperatura de 90ºC a 95ºC. São usados grãos tradicionais (tipo robusta) já moídos. A quantidade da cafeína neste tipo de preparo depende do tipo de pó e da quantidade de água para coar, especialistas dizem que se preparado respeitando as devidas proporções e respeitando o tempo de contato do pó com a água, o teor de cafeína poderá ficar entre 150 mg e 300 mg.

Café expresso - Tem mais densidade, seu sabor é mais forte e concentrado, forma uma espuma consistente devido a extração de uma máquina sob forte pressão, os grãos utilizados são especiais ( tipo arábica), é moído na hora antes da extração, a água atinge a temperatura de 90°C, o nível de cafeína varia entre 90 mg a 200 mg, podemos observar que os grãos da espécie arábica tem menos cafeína que a espécie robusta ( café coado), portanto o café expresso tem menor quantidade de cafeína que o café feito em casa.

Café instantâneo ou solúvel - Pode ser vendido em forma granulada ou em pó, seu preparo é mais prático pois basta acrescentar água quente filtrada, uma de suas vantagens é que se mantido em local seco e bem fechado tem um tempo de vida útil muito maior e preserva suas qualidades. Seu sabor é mais suave em comparação ao coado e ao expresso.

As diferenças nutricionais entre os três tipos são muito pequenas, contando mesmo a diferença no sabor, com moderação qualquer um dos três será saudável, porém é importante ressaltar que o café descafeinado é o único que pode fazer mal por conta das substâncias químicas que são usadas como solvente da cafeína. Estes componentes químicos presentes nos cafés descafeinados podem inclusive causar câncer, por isso consumam o expresso, coado, solúvel sempre com cafeína, com moderação para aproveitar os benefícios e o sabor delicioso dessa bebida apreciada e saudável.

Vai um cafezinho aí?

Por Marilucia Lima (nutricionista).


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas e entusiastas   |   Política de Privacidade