O que é açúcar moreno, açúcar no sangue e no cabelo

Veja este artigo sobre o que é açúcar moreno, açúcar no sangue e no cabelo. Entenda sobre esse assunto com a explicação da nutricionista que detalhará mais.

» Página Inicial


Por Dra. Daniela Viggiano - Nutricionista Clínica e Estética

O açúcar mais utilizado no Brasil ainda é o refinado, aquele açúcar branco que utilizamos para receitas, para adoçar bebidas entre outros usos. O açúcar refinado é altamente processado, portanto, perde suas características nutricionais, tendo pouquíssimos nutrientes. Além disso, o seu consumo em excesso pode desencadear doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e obesidade.

Qual é o açúcar mais saudável?

Para saber qual açúcar é menos prejudicial e contém mais nutrientes, devemos notar seu nível de processamento, ou seja, o quanto esse açúcar passou por processos industriais.

Quanto mais escuro, como o açúcar mascavo, menos processado ele foi, portanto, preserva grande parte dos seus nutrientes, sendo considerado mais saudável

Açúcar refinado

Açúcar moreno

Como discutimos acima, quanto mais escuro, mais preservados estão os nutrientes do açúcar.

O açúcar mascavo possui cor amarronzada e sabor característico, um pouco menos doce que o açúcar refinado.

Por ser menos processado que o açúcar branco, é possível manter suas características nutricionais e, por isso, é considerado mais saudável.

Entretanto, ambos os tipos de açúcar são calóricos e, mesmo o consumo do açúcar mascavo deve ser moderado, pois ainda assim existe a chance de desenvolvimento de doenças crônicas, aumento de peso e gordura abdominal se houver o consumo em excesso.

Isso acontece porque há um pico de aumento na glicemia (açúcar no sangue), podendo levar à uma resistência insulínica, que vou aprofundar logo mais.

Açúcar no sangue

O açúcar no sangue é chamado glicemia. Sua função é dar energia para todas as células e os seus níveis variam de acordo com o que é consumido, ou seja, quando consumimos doces, carboidratos simples como arroz branco, massas refinadas e batata, por exemplo, há um aumento muito rápido na glicemia, pois estes alimentos possuem alto índice glicêmico e são digeridos de forma rápida.

Com isso, há um pico de glicemia que, quando constante, pode evoluir para uma resistência à insulina.

A insulina é o hormônio que regula a glicemia, levando o açúcar do sangue para as células. Quando há uma resistência na ação da insulina, o açúcar no sangue permanece alto e as células deixam de receber a energia adequada, resultando possivelmente numa diabetes tipo 2.

Para evitar problemas como este, é necessário substituir alimentos de alto índice glicêmico, como os citados acima, pelos alimentos de baixo índice glicêmico, como grãos integrais, batata doce e massas integrais.

Entretanto, é preciso atenção aos rótulos dos produtos, pois muitos se dizem integrais mas realmente não são. Para ter a certeza, basta observar a lista de ingredientes, pois o primeiro ingrediente da lista é sempre o que possui maior quantidade na receita do produto.

Para ser realmente integral, o primeiro ingrediente deve ser "farinha de trigo integral", por exemplo. Se o primeiro ingrediente for "farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico", este produto não é integral, mesmo que conste essa informação no rótulo, pois esta nada mais é do que a farinha branca, refinada.

Agora que você já aprendeu as dicas para escolher adequadamente os produtos realmente integrais, basta ficar de olho nos rótulos para garantir a quantidade adequada de fibras e carboidratos de baixo índice glicêmico!

Açúcar no cabelo

O açúcar pode ser utilizado em receitas caseiras para hidratação e cuidados capilares. Existem diversas receitas disponíveis na internet que garantem brilho e maciez aos cabelos, porém, um profissional da área devidamente capacitado deve ser consultado para melhores resultados e segurança dos produtos que podem ser utilizados nos cabelos.


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas e entusiastas   |   Política de Privacidade