Leite integral, desnatado e semidesnatado

Saiba quais são as diferenças dos três principais tipos de leite que são comercializados no Brasil. Qual a composição deste alimento, como gorduras, açúcar, vitaminas e sais minerais.

» Página Inicial


O leite é um dos alimentos mais consumidos no mundo e apesar de ele ser obtido de diversos tipos de animais, no Brasil é o leite de vaca que tem mais popularidade e consumo.

De acordo com um decreto lei n° 15.642 de 09/02/1946, o leite é um produto integral obtido da ordenha completa de vacas sadias, bem alimentadas e bem tratadas.

Apesar de ser integral, na indústria ele passa por alguns processos que resultam em pelo menos mais dois tipos. Veja abaixo as características e diferenças entre os três tipos de leites que são comercializados no Brasil.

Leite integral, desnatado e semi-desnatado

Leite integral

O leite integral contém todos os nutrientes e o porcentual de gordura mais elevado, apresentando no mínimo 3%. Essa classificação é dada antes que esse produto seja processado dando origem aos outros tipos de leite.

Esse alimento é o mais indicado para crianças acima de dois anos de idade, nessa fase da vida o consumo de energia é mais alta.

O leite integral é uma ótima fonte de energia, porem deve ser evitado por aqueles que se encontrem acima do peso, já que a grande quantidade de gordura presente nesse alimento.

Leite desnatado

Esse tipo de leite é mais indicado para aqueles que sofrem de alguma doença do sistema cardiovascular ou que estejam em uma dieta alimentar para a perda de peso. O leite desnatado com o processo de industrialização ele perde algumas vitaminas e o índice se gordura é muito baixo, cerca de no máximo 0,5%.

Sendo assim esse produto continua tendo as mesmas quantidades de proteínas, cálcio, fosforo, potássio e demais nutriente, podendo ser utilizado em substituição do leite integral sem que sua saúde seja prejudicada. Esse tipo de leite se torna menos energético por causa da redução de gordura, mas pode ser utilizado em preparos culinário no qual aumente seu valor energético.

Esse tipo de leite deve ser utilizado por aqueles que necessitam fazer tal substituição, do contrário continue a consumir o leite integral.

Leite semidesnatado

O leite semidesnatado no seu processamento é retirado uma parte da gordura que contém no leite integral. Esse tipo é um intermediário dos outros dois tipos, os níveis de gordura fica entre 2,9% a 0,6%. Assim como os outros dois tipos este mantém os mesmos minerais.

Para aqueles que tem alguma intolerância a lactose ou outro tipo de alergia ao leite de vaca não necessita cortar esse alimento, hoje há diversas substituições e variedades no mercado. O que vale é não excluir o consumo desse alimento.

Composição

O leite é composto de proteína, gordura, açúcar, sais minerais e vitaminas.

A proteína, é que dá origem a cor branca, tem a função de reparo e formação do tecido muscular.

A gordura, é que dá origem a cor amarelada, tem como função fornecer energia.

O açúcar, é fonte de energia.

Os sais minerais, dando destaque ao cálcio que é importante na formação dos ossos e dentes, principalmente em crianças e mulheres gravidas.

Essa composição química do leite depende de alguns fatores:

  • da raça.
  • composição da alimentação do animal e estação do ano.
  • idade e estagio de lactação.
  • saúde da vaca.

Dica

Toda substituição e exclusão de um alimento deve ser orientada por um profissional Nutricionista, que é o especialista capacitado para orientar cada indivíduo na sua devida necessidade.


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas   |   Política de Privacidade