Carne de panela, bife ou carne moida. Qual devo escolher

Veja neste artigo escrito por uma nutricionista as informações sobre a carne de panela, bife ou carne moída. Qual deve ser a sua escolha em termos de saúde.

» Página Inicial


A carne vermelha devido a sua quantidade de gorduras é vista como uma vilã e ultimamente também tem sido associada ao risco de câncer, porém deve ficar bem claro que se for consumida dentro da medida e em preparações mais saudáveis, a carne vermelha trará benefícios para a saúde e tirá-la do cardápio pode ser prejudicial sem a orientação correta de um nutricionista.

Por ser fonte de todos os aminoácidos essenciais, a carne vermelha não tem um substituto único, sendo necessária a combinação de determinados alimentos que juntos poderão substituí-la com as mesmas propriedades nutricionais. Na carne vermelha se encontra o maior teor de ferro e este mineral faz parte da hemoglobina responsável pelo transporte do oxigênio no organismo, sendo este tipo de carne então um alimento importante para quem tem anemia.

Para ter uma fonte segura de nutrientes sem prejudicar a saúde a recomendação é escolher carnes com pouca quantidade de gordura e consumir até 100 gs por dia até 3 vezes por semana e para os outros dias substituir por carnes brancas (peixe e frango) e ovos. É recomendado também pelo INCA (Instituto do Câncer) que se aumente o consumo de frutas, legumes e verduras porque são fatores protetores contra agentes cancerígenos da carne.

Os diferentes tipos de preparações estão associados a deixar este alimento mais saudável para consumo, uma carne que fica muito tempo na churrasqueira ou na frigideira por exemplo tem mais riscos de formar uma substância cancerígena que é a acrilamida, assim como uma carne gordurosa cozida tem fatores prejudiciais para aumentar o colesterol por isso é importante escolher preparações que combinem carnes mais magras com métodos de cozimentos onde a carne não crie uma crosta escura. Veja aqui algumas preparações que podem ser mais saudáveis :

Carne de panela

carne de panela

Este tipo de preparação talvez seja o mais saudável se escolher uma carne magra, pois como usa-se o cozimento na panela de pressão não há risco da carne criar acrilamida, além de ser possível colocar legumes para cozinhar junto com a carne e aproveitar os nutrientes destes.

Bife

Bife bovino

É uma boa opção se for grelhado, pois se for frito em grande quantidade de gordura haverá o acréscimo de calorias além de elevar o colesterol e ainda se estiver muito bem passado, haverá o risco de ter se formado a acrilamida, o recomendado é que o bife grelhado não fique com cor escura, assim não terá problemas no consumo.

Carne moída

carne moida

Este tipo de preparação depende muito do tipo de carne, se for uma carne magra e preparada com pouco óleo ou azeite de oliva não há problema. Vale ressaltar que este tipo de carne deve sempre ser moído na hora e nunca aceitar produtos previamente moídos e acondicionados em bandejas, pois é altamente perecível e há o risco de contaminação.

A melhor escolha de preparação da carne sempre será aquela que tiver o mínimo de gordura e um cozimento (cozido, grelhado, assado) que não apresente pontos escuros, desta maneira pode-se consumir a carne sem problemas para a saúde, desde que moderadamente e sempre acompanhada de hortaliças.

Marilucia Lima (nutricionista)


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas e entusiastas   |   Política de Privacidade