Carne assada, frita ou cozida? Qual é mais saudável

Veja esta análise da nutricionista sobre o consumo de carne frita , cozida ou assada. Qual delas é a melhor para a saúde ou considerada mais saudável?

» Página Inicial


A carne vermelha é uma proteína de alto valor biológico, pois nela estão presentes todos os aminoácidos essenciais( não produzidos pelo corpo) ao organismo humano, é rica em vitaminas do complexo B, ferro e zinco, porém seu consumo vem já foi muito associado a doenças cardiovasculares devido a presença das gorduras, atualmente vem sendo também associado ao risco de câncer.

Segundo pesquisas o risco de câncer relacionado a carne vermelha acontece devido a formação de uma substância tóxica que se forma ao atingir uma temperatura alta quando está sendo preparada na grelha ou na frigideira e forma uma crosta escura, estas substâncias são compostos chamados de aminas hetero cíclicas e se estiverem em excesso no nosso organismo ao serem metabolizados no fígado poderão gerar radicais livres capazes de originar o estresse oxidativo causando danos no DNA, não havendo reparação a estes danos o risco de câncer aumenta assim como de outras doenças, inclusive as cardiovasculares.

Qual a melhor maneira de consumir a carne?

Carne cozida

Para evitar o risco de doenças o recomendado é consumir a carne cozida, pois neste modo de preparo não acontece a formação do componente tóxico, mesmo que o cozimento possa favorecer a perda de alguns nutrientes, a carne vermelha não sofre perdas significativas, o cozimento a vapor é uma opção interessante e mais saudável por perder menos nutrientes, mas o tempo de preparo é maior. Uma boa opção para aproveitar os nutrientes que ficam na água do cozimento da carne é usá-la no preparo de outros pratos como sopas e risotos, pois o caldo pode ser congelado e utilizado depois.

Se for preparar a carne na grelha(churrasco) ou fazer na frigideira é aconselhável deixar marinando com limão, cebola e alho, pois nestes alimentos há compostos bioativos como os flavonoides que previnem a formação da substância prejudicial e a melhor opção é deixá-la ao ponto.

carne churrasco

É importante ressaltar que a carne consumida deve ser sempre magra, pois a gordura da carne pode elevar o colesterol, assim como também os riscos aumentam quando há um consumo diário da carne vermelha, sendo recomendado então um consumo no máximo em duas vezes da semana e em porções que não ultrapassem o tamanho de uma carta de baralho, deve-se ainda evitar as carnes processadas pois estas trazem os aditivos químicos aumentando os riscos de doenças.

Pesquisas realizadas no Reino Unido confirmam que incluir fontes de fibras quando se consome carne vermelha diminui o risco de doenças porque as fibras aceleram o ritmo intestinal e propiciam a excreção das toxinas do intestino, por isso é recomendável escolher vegetais para acompanhar as carnes, principalmente quando forem as assadas, grelhadas ou fritas.

A carne vermelha deve ser consumida com moderação e se for preparada adequadamente não trará malefícios.

Marilucia Lima (nutricionista)


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas e entusiastas   |   Política de Privacidade