Arroz e feijão engorda? Branco ou integral, qual é melhor?

Será que o nosso prato mais tradicional é saudável ou pode ser um vilão para quem não deseja engordar ou mesmo perder peso? Qual tipo de arroz é mais recomendado.

» Página Inicial


Por Elaine de Moura - Nutricionista / Insta: @emd_nutri

Em um post anterior, falei sobre as diferenças entre o arroz branco e o arroz integral. Volto nesse assunto para ressaltar que o arroz integral, em sua composição nutricional, é muito melhor do que o arroz branco.

Não leu o outro post? Então te digo por que o integral é tão melhor.

O arroz integral ele não passa por processos de refinamento e polimento. Ele representa o grão inteiro, com todas as suas camadas e, consequentemente, com todas as suas características nutricionais intactas.

E isso é bom? É claro que sim!

Uma vez que não sofre processos de polimento, o arroz integral mantém quantidades muito boas de fibra, magnésio, fósforo e potássio. Caloricamente falando, ele não possui muitas diferenças do arroz branco, mas todos os outros benefícios merecem ser aproveitados.

Mas e o arroz branco?

Arroz branco

Então, o arroz branco sofre processos de refinamento para ficar com aquela aparência bem branquinha, como o próprio nome já sugere. Ah, e ele também pode ser chamado de agulha ou polido, justamente por causa do processo de polimento que sofre.

E isso é tão ruim assim?

Esses processos de refinamento fazem com que o grão perca sua casca, suas camadas, e, consequentemente, perca grande parte de suas características nutricionais tão boas. Os valores de fibra, potássio, magnésio e fósforo caem muito mais da metade, reduzindo-se a quase nada. O arroz branco é basicamente carboidrato, sem muitos benefícios adicionais.

É claro que a gente sempre leva em consideração sabor e preço e, nesse quesito, o arroz branco vence. Por esse motivo que ele é o queridinho e o mais presente na mesa dos brasileiros.

E onde o feijão entra nisso?

sopa de feijão

Encare o feijão como a metade da laranja do arroz. O par perfeito! A dupla dinâmica que não pode faltar na composição da maioria dos pratos das principais refeições (almoço e jantar). E, de fato, não falta, sendo uma das combinações mais típicas no Brasil.

Mas por que tudo isso? É uma combinação tão boa assim?

Pois digo que sim! E digo por quê...

O famoso arroz com feijão tem valor nutricional riquíssimo. Muita gente pensa que essa combinação engorda ou não deve ser consumida caso deseje perder alguns quilinhos. PARA TUDO! Pelo contrário... O arroz com feijão não engorda coisa nenhuma. Esses dois alimentos se completam, do ponto de vista nutricional, e possuem nutrientes essenciais para o nosso organismo.

É uma combinação perfeita porque o organismo não consegue digerir todas as proteínas que o feijão tem se o comermos isoladamente. Mas se misturarmos com o arroz, o organismo consegue digerir e absorver as proteínas e vitaminas perfeitamente. O que falta em um, o outro completa. O arroz, por exemplo, é pobre em lisina (ajuda no crescimento e restauração de tecidos), mas o feijão tem o aminoácido em abundância. Já o feijão é pobre em metionina (ajuda na função hepática e no processo de gorduras), um aminoácido encontrado de sobra no arroz.

Ou seja: ARROZ E FEIJÃO... PODE!


 

Veja também



© 2018   |   Alimentação Legal: Conteúdo produzido por nutricionistas e entusiastas   |   Política de Privacidade